Academia Patinagem de Braga

Academia de Patinagem de Braga

A Academia de Patinagem de Braga (APB) é uma Associação desportiva criada em Janeiro de 2015, que tem como objetivo principal promover a prática de patinagem artística no município de Braga, bem como a formação e educação dos seus atletas nas várias competências de vida que a prática desportiva proporciona.

Atualmente, cerca de 140 atletas, com idades compreendidas entre os 3 e os 20 anos, praticam diariamente patinagem na nossa Academia, a qual dispõe, para esse efeito de uma equipa técnica credenciada, liderada por Sofia Marques (coordenadora técnica e treinadora de grau II) e Olga Pereira (treinadora de grau II), coadjuvadas por Daniela Vieira (treinadora de grau I), Carolina Chaves, Marta Teixeira e Carla Alves (monitoras).

Apesar da sua ainda curta existência, a APB compete regularmente em torneios e campeonatos da modalidade, a nível regional e nacional, nos vários escalões etários, tendo já conquistado diversos títulos ou lugares de pódio, individuais e por equipa. Acresce também a competição a nível internacional, que aconteceu no mês de Abril do corrente ano.

Equipa técnica

SOFIA MARQUES

Coordenadora Técnica

Treinadora de grau II

DANIELA VIEIRA

Treinadora de grau I

Patinagem artística

A patinagem artística divide-se nas seguintes especialidades:

Patinagem Livre – Realizada com música coreografada de forma individual. Caracteriza-se pelos saltos, piões e passos, executados de forma livre e criativa, que lhe conferem grande espetacularidade. A virtuosidade do patinador é definida pela velocidade, altura dos saltos, número de rotações no pião, originalidade, dificuldade e segurança nos passos de ligação.

Figuras Obrigatórias – Executadas de forma individual, sem música. Ao atleta é pedido que acompanhe com o patim circunferências previamente traçadas no ringue. A avaliação da prestação nas Figuras Obrigatórias é baseada no traço da figura, movimento e postura.

 

Pares de Dança – O par é constituído por um elemento feminino e um elemento masculino. As prestações do par podem incluir passos de dança e figuras de equilíbrio mas os atletas nunca quebram o contacto entre si. Nos Pares de Dança existe a obrigatoriedade de patinar ritmos específicos como Valsa, Tango, Blues, Polka, Samba, Jive, etc… Também existe a Dança Livre onde o par escolhe a sua música e pode explorar ao máximo a sua capacidade de dança e expressão.

 

Pares Artísticos – Também constituídos por um elemento feminino e um elemento masculino os Pares Artísticos distinguem-se pela execução de saltos, piões e elevações. O par deverá funcionar em harmonia com a música executando movimentos originais.

 

Solo Dance – Tal como o nome indica, o Solo Dance é em tudo semelhante aos Pares de Dança com a particularidade de ser executado individualmente. É uma vertente da Patinagem que está em grande ascensão e apela à beleza e espetáculo.

 

Show e Precisão – O Show divide-se por quartetos, grupos pequenos e grupos grandes. É uma competição única onde as equipas aliam as suas capacidades sobre patins à dramatização de um pequeno enredo. A Patinagem de Precisão distingue-se pelo trabalho de equipa onde os elementos estão completamente sincronizados na formação de linhas, rodas, barras e blocos.